Welcome Day
Universidade de Évora acolhe alunos estrangeiros

São cada vez mais os alunos de países estrangeiros que decidem complementar a sua formação através de programas de mobilidade internacionais nas universidades portuguesas. A Universidade de Évora regista este ano um aumento de estudantes oriundos de outros países, tendência que se tem vindo a verificar ao longo dos últimos anos.

Para o próximo dia 25 de Setembro, a UE preparou um dia de acolhimento aos estudantes internacionais em mobilidade na instituição.

205 alunos provenientes de países dos quatro cantos do mundo escolheram a Universidade de Évora para estudar, ao abrigo dos diversos programas de mobilidade internacionais. Entre as várias nacionalidades, contam-se 120 alunos de países europeus, 53 oriundos do Brasil e 32 de outras nacionalidades.

O Programa ERASMUS, programa de mobilidade no espaço europeu, é o responsável pelo maior número de estudantes, sendo 120 alunos apenas no primeiro semestre, estando em aberto as candidaturas para o segundo semestre.

O número de estudantes provenientes do Brasil é também significativo, contando-se 53 estudantes no primeiro semestre, representando um aumento em relação aos 41 alunos que no ano transato elegeram a UE.

Foi também alargada a cooperação internacional aos países terceiros, contando-se alunos do Bangladesh, Nepal, Índia, Paquistão e Filipinas, através do Programa EMMA-West - sigla para Erasmus Mundus Mobility with Asia. No presente ano letivo, a Universidade de Évora acolhe 11 alunos no primeiro semestre, sendo, no entanto, a entidade coordenadora do projecto no ano lectivo 2013/2014, gerindo 117 mobilidades no total.

Através do Programa Erasmus Mundus ARCHMAT (ARCHaeological MATerials), a UE recebe ainda 21 alunos estrangeiros de várias nacionalidades como Etiópia, Irão, Quénia, China, Malawi, Colômbia, Egipto e Eritreia.

Além dos 205 estudantes recebidos no primeiro semestre, a UE continua ainda a receber candidaturas para o segundo semestre, gerindo até ao momento um total de 311 mobilidades.

A UE, através da sua Divisão de Mobilidade e Relações Internacionais, organiza um dia de acolhimento aos estudantes internacionais em mobilidade na instituição, englobando sessão de boas-vindas pelo Reitor da Universidade, atividades, visitas às diversas estruturas e pontos essenciais da UE e da Cidade Património da Humanidade, promovendo assim o convívio e a integração dos novos alunos. O programa pode ser consultado aqui.

J. S. Simas | UELINE

Publicado em 20.09.2013
Fonte: Emprego